Faq

Tire todas as dúvidas sobre o Programa de Autorregulamentação da Atividade de Administração Condominial (PROCONDO).

O PROCONDO, apoiado pela Abadi, é a sigla para Programa de Autorregulamentação da Atividade de Administração Condominial. Tem por objetivo estabelecer regras e padrões para as empresas que administram condomínios e assim garantir a prestação de um serviço de qualidade ao cliente.

Empresas que atuam na administração de condomínios no Estado do Rio de Janeiro.

As empresas que são certificadas pelo PROCONDO passam por um rígido processo de auditoria que as reconhecem como aptas a prestar um serviço de excelência de administração de condomínios, o que representa um diferencial competitivo no segmento. Assim, síndicos e condôminos podem desfrutar de um trabalho seguro, eficaz e com credibilidade.

Essa prática foi inspirada em modelos internacionais, como:
- Irem (Institute of Real Estate Management), nos EUA;
- CEPI (European Association of Real Estate Professions), na União Europeia.

Para adquirir a certificação PROCONDO, a empresa deve seguir quatro passos:

Passo 1: Cumprir as premissas básicas;

Passo 2: Baixar o Guia para Certificação PROCONDO e preencher o Termo de Adesão;

Passo 3: Agendar a auditoria com o Bureau Veritas, empresa responsável pelo processo de auditoria da certificação PROCONDO;

Passo 4: A administradora que atender a todos os pré-requisitos estabelecidos pelo PROCONDO e for aprovada na auditoria será certificada.

Clique aqui e veja o passo a passo mais detalhado.

A auditoria para a certificação PROCONDO é conduzida pela Bureau Veritas, empresa líder mundial em certificações. O processo inclui análise de documentos, entrevistas e observação da infraestrutura da empresa em questão.

Vale ressaltar que a auditoria não tem como foco perseguir erros, mas sim a busca pela conformidade.

Clique aqui e baixe o Guia de Certificação para ver a lista de documentos.

A auditoria será realizada em datas acordadas previamente entre o Bureau Veritas e a administradora a ser avaliada em dias consecutivos.

Será enviada uma agenda prévia, com os horários e as áreas que serão realizadas as atividades da avaliação.

Também será enviada à administradora uma lista de documentos, escolhidos à partir de uma amostragem dos condomínios administrados, com a finalidade de agilizar o processo de auditoria.

A auditoria tem a duração de 2 a 5 dias e deverá ser realizada novamente a cada 3 anos para nova certificação PROCONDO.

São cerca de 150 itens que serão avaliados. No check-list, há pontos excludentes, administrados, vinculados e normais. Destes, os itens excludentes são os que, caso não forem atendidos, a administradora não será certificada pelo PROCONDO, independentemente do resultado dos demais itens.

Clique aqui e baixe o Guia de Certificação para ver a lista de documentos nas páginas 11 a 14.

Gestão administrativa, gestão de contratos, gestão de recursos humanos (administradoras e condomínios), gestão financeira, gestão tributária, gestão de assuntos jurídicos.

Clique aqui e baixe o Guia de Certificação para ver a lista de documentos nas páginas 11 a 14.

São 154 questões analisadas. Clique aqui, baixe o Guia da Certificação e veja os parâmetros de pontuação na página 18.

Caso a administradora de condomínios tenha um ou mais itens não conformes (nenhum deles pode ser classificado como excludente), terá 30 dias para apresentar um plano de ação para corrigi-lo (os). Após esse período, a administradora terá até 1 ano (12 meses) para agendar uma nova visita da Bureau Veritas para auditar os pontos não conformes na primeira análise.

Todas as informações recolhidas durante a auditoria são consideradas confidenciais e não serão divulgadas para outras partes que não sejam o Bureau Veritas e a administradora auditada.

Veja o passo a passo para ser certificado pelo PROCONDO